Autor:

Carlos Byington

Para comprar:Entrar em contato com a Maria Helena.
Email: mhrmguerra@gmail.com

Telefone: +55 11 99699-9174

Autor:

Maria Helena R. Mandacarú Guerra 

Para comprar: Entrar em contato com a Maria Helena.

Email: mhrmguerra@gmail.com

Telefone: +55 11 99699-9174

Talvez porque o amor tenha sido considerado mais importante na vida da mulher do que na do homem, sobretudo se este homem for um cientista, e não um poeta, a origem do Livro Vermelho, de Jung, foi mais associada à sua intuição sobre a Primeira Guerra, à sua ruptura com Freud, a uma intensa mobilização interior, que ele próprio julgou ser psicótica, do que a um conflito amoroso de proporções gigantescas, como percebeu Maria Helena R. Mandacarú Guerra.
No Livro Vermelho, Jung demonstra de maneira impressionante a seriedade com que trata seu mundo interior, sua formidável capacidade de dialogar com figuras de sua imaginação e de estabelecer um corpo teórico a partir de suas experiências. No entanto, tentar acompanhar seu processo sem inserir nele sua história, seu drama, seu amor, gera um confinamento a uma dimensão puramente mental, racional, mesmo que se empreenda o estudo de símbolos os mais profundos.
O que Jung traz no Livro Vermelho contém vida, emoção, paixão, dor e uma imensa culpa, daí ser fundamental termos consciência da importância do amor em sua vida. Em sua genialidade, Jung apresenta a alma como ela é e como a vivenciou: multifacetada, confusa, caótica, numinosa, transcendente. O amor levou Jung a descobrir o arquétipo da anima, e ele o conduziu ao inferno e ao céu.
Com sensibilidade, empatia e meticulosa fundamentação, Maria Helena descortina neste livro a vivência passional intensa e profunda de Jung. Conhecê-la permitirá perceber que não diferem os caminhos do amor trilhados por Jung, o cientista, e por Dante, o poeta.

Autor:

Roberto Rosas Fernandes

Abismos narcísicos: a psicodinâmica do amadurecimento e da individuação reúne artigos produzidos pelo autor como resultado de suas pesquisas na clínica da psicologia profunda. Seus textos pretendem chamar a atenção para a constituição narcísica do Eu e a influência do narcisismo na subjetividade e na formação da autoimagem. O autor enfatiza, ainda, a importância dos vínculos afetivos no desenvolvimento do narcisismo criativo ou defensivo. Rico em casos clínicos, este livro destina-se àqueles que se dedicam ao autoconhecimento, quer sejam analistas ou analisandos. Destina-se, também, aos que se interessam pelo mundo simbólico, tanto na busca por ampliação da consciência como da espiritualidade.

O ideal de nossa cultura está investido do narcisismo defensivo. Ele promove a imagem de um herói onipotente, sedutor e eternamente jovem. Tal ideal não leva à realização profunda do ser, mas compromete o desenvolvimento do autoconhecimento e da compaixão.

As palavras do Cristo não passam despercebidas para o psicólogo. Revelam profunda compreensão psicológica do sagrado como algo que habita e abarca o sujeito dando-lhe sustentação ontológica. Assim, a afirmação de Jesus de que “o Reino de Deus está dentro de vós”, e não em um céu espacial e nem em outro lugar que não na interioridade humana, pode ser uma novidade para muitos cristãos. A frase é uma revelação para aqueles que não conhecem a essência do Novo Testamento. Para essas pessoas, não é nada fácil deixar de visualizar a figura do velho Deus de longas barbas brancas, sentado no seu trono dourado no meio das nuvens, pronto para mandar raios reluzentes a seus filhos pecadores.

Autor:

Paulo José Moraes

Médico Psiquiatra e Psicoterapeuta, atuando na linha do Psicodrama, jornalista (Folha de São Paulo e TV Globo), escritor com 2 livros publicados, o último neste ano ("O Revolucionário do Tesão"), ator e diretor teatral ("As Meninas", "Cleo e Daniel", "Tapera Tapejara CAboré")

para comprar:

com Leticia, 11-4784.6850, no meu consultório, ou na Editora Reformatório, selo Pasavento, com meu editor Marcelo Nocelli, (marcelo@reformatorio.com.br), fone (011) 94292-7135. Ou ainda na Livraria Zaccara, com Lucio, (11) 3384-0908 ou (11) 3872-3849. Para outras livrarias, o Marcelo na Editora pode informar.

Autor:

 José Guedes 

 Gestos Espontâneos: poemas e outros rabiscos (104 páginas), foi editado em 2018, pela editora Via Verita. Neste livro, além dos poemas, constam também, prosas poéticas e uma carta aberta a Carlos Drummond de Andrade. Drummond, faleceu em 17/08/1987. E a carta eu escrevi em 13/11/2015. Nela, relato a ele a tragédia ocorrida na cidade de Mariana, na sua Minas Gerais, com o ruptura da barragem, que ocorreu em 05/11/2015.

para comprar:

telefone: (21) 99745-1945

José Carlos Guedes

Autor:

Gloria Lotfi / Marfiza Ramalhos

Esses três livros são compostos de artigos escritos por analistas junguianos, no A Família em Foco e no Etapas da Família, cada escritor escolheu um ou dois filmes onde quisesse expor o que seu olhar a partir da teoria Junguiana percebia no drama familiar exposto na tela. No Pescaria Noturna, os autores expuseram situações presenciadas em seu trabalho clínico, de intenso sofrimento mas que foram transformadas em aprendizagem e crescimento pessoal. Espero que usufruam de um bom tempo de leitura.

Não se pode pensar nas famílias senão como um sistema em que os indivíduos vivem o processo de crescimento. Na obra de Marfiza T. Ramalho Reis, a atenção volta-se para esse processo e, com diferentes abordagens, psicoterapeutas de família refletem sobre as diversas etapas pelas quais as famílias passam. Inicialmente, para criar raízes, seus membros se unem e vinculam, vivem as crises e dores para deixar os filhos partirem, vivem o desapego e, por fim, realizam a solidão que o processo de individuação impõe. O cinema é uma arte que, distante do padrão convencional, apresenta-nos as novas famílias formadas de casais homoafetivos; compostas de dois pais, duas mães; as que surgem da produção independente via fertilizações in vitro de doadores anônimos; as monoparentais e outras com filhos legítimos e adotivos. Pelas películas experimentamos o que foi reprimido em nós, o avesso e o reverso, e nos conhecemos um pouco mais.

Nas telas do Cinema e da TV, imagens surgem e nos revelam, sendo, portanto, necessário explorá-las para compreender um sentido mais amplo da cultura e sua relação com a psique. Consideramos a análise de filmes muito apropriada para compreendermos essas relações de tempo e espaço, assim como as ansiedades que emergem. Quando nos permitimos ser guiados por uma história, realizamos a nossa leitura, aquela de que precisamos. Existem muitas leituras, e nossa proposta neste livro é mostrar uma leitura, interpretar personagens e símbolos sem categorizá-los. Na verdade, este livro não é sobre cinema, nem sobre a família, e sim sobre películas com a temática "família", que tem sua importância e leitura peculiar de cada autor. Toda leitura tem a sua invisibilidade que nos convida a penetrar na tridimensionalidade da imagem e a ela nos vincular.

  • YouTube
  • Instagram
  • 1439325105_facebook_circle_color.png

Rua Vitor Konder, 125 - sala 105. Centro - Florianópolis - Santa Catarina SC

© 2015 Todos os Direitos Reservados - NJF